Falando sobre tudo

Falando sobre tudo

domingo, 28 de julho de 2013

Casal Trangênero engravida e dá a luz

Casal transgênero engravida e dá à luz um menino nos EUA





Quando o pequeno Dante tiver crescido o suficiente, seus pais sentarão com ele para explicar que “Mamãe não podia ter filhos, então o papai fez isso por ela”.
A explicação para isso se deve ao fato deste lindo bebê de 22 meses de idade ter nascido em uma das mais incríveis famílias do mundoSua mãe, Emily, de 28 anos, nasceu menino. E seu pai, Cai, de 24, nasceu menina.
Os médicos duvidavam que tal façanha pudesse acontecer, e até mesmo Emily pensava assim, por achar que era estéril.
- Nós não planejamos ter um bebê assim - disse Emily. – Nós estávamos, na verdade, pensando em adotar, já que, até onde sabíamos, ter nosso próprio bebê seria impossível separadamente, menos ainda juntos. Como isso foi acontecer é um mistério, mas estamos agradecidos por esse milagre. Acredito que quando duas pessoas se amam muito, então coisas especiais podem acontecer.
Foi uma história de amor à primeira vista. Nem haviam se submetido, ainda, às cirurgias de troca de sexo, mas já viviam como o gênero oposto, compreendendo verdadeiramente um ao outro.
- Ser transgênero é um sofrimento, e não algo que você vive como uma fantasia. Então, conheci Cai e foi fantástico. Eu achava que essas coisas só acontecessem em contos de fadas – contou Emily, que está aguardando para fazer a cirurgia que irá remover seus órgãos masculinos.
O casal já não utilizava mais proteção para o ato sexual, mas acreditavam que não haveria risco de gravidez, porque Cai tomava doses altas de hormônio masculino, além de injeções para controle de natalidade. “Então, eu estava com sete meses de gravidez e não sabia. Não sentia o bebê se mexer dentro de mim”, disse Cai.
- Eu estava resignada com a ideia de que nunca seria capaz de ter um filho biológico – disse Emily. Ela, que nasceu como menino, chamado Scott, fez poucos meses antes do nascimento a cirurgia para troca de sexo. – Nós adoramos nosso filho. Ele trouxe muita alegria para nós. Ele é perfeitamente saudável de todas as maneiras.
O casal, que vive numa área rural da Pensilvânioa, EUA, agora virou sensação na TV. Eles garantem que Dante vai crescer sem segredos. “Vamos explicar a situação, que não houve nada de errado nem que ele é diferente. Nós vamos dizer que mamãe não podia ter filhos, então papai fez isso por ela”.
Fonte: site The Mirror
 Extraído do site:

Vinicius de Moraes



Soneto do Amor Total

Amo-te tanto, meu amor ... não cante
O humano coração com mais verdade ...
Amo-te como amigo e como amante
Numa sempre diversa realidade.

Amo-te afim, de um calmo amor prestante
E te amo além, presente na saudade.
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante.

Amo-te como um bicho, simplesmente
De um amor sem mistério e sem virtude
Com um desejo maciço e permanente.

E de te amar assim, muito e amiúde
É que um dia em teu corpo de repente
Hei de morrer de amar mais do que pude.
Vinícius de Moraes

Transexual feminino pode ser lèsbica?



Estava na sala de papo, quando vi entrar um nick que me chamou atenção " Transexual quer namorar". Fui até o tal nick e perguntei se era um transexual feminino ou masculino e obtive a resposta curiosa de " sou um transexual feminino e procuro uma namorada". Tudo bem, se não fosse o fato de estamos em uma sala para lésbicas. Pode me explicar como funciona. Confesso que me confundiu, sinceramente. ( enviado por Larissativa )

Bem, vamos começar por sua definição, ok? Transexual feminino, ou transexual FtF (do inglês Female to Male o transexual  que genética e fisicamente nasceu homem mas desde cedo (geralmente na primeira infância) se identifica como sendo do sexo e gênero feminino, embora tenha sido culturalmente designado no nascimento como pertencente ao sexo masculino.

Então, a identidade de gênero ( homem ou mulher ), a identidade sexual ( a percepção individual sobre o próprio sexo ) se mistura com a orientação sexual, ou seja, a pessoa que nasceu homem fisicamente, mas se percebe mulher e sente atração sexual por outra mulher, é uma lésbica em seu conceito básico, ou seja, mulher que gosta de mulher, enfim. Normal que uma lésbica, mesmo que transexual, procure outra lésbica para se relacionar.





Lésbica menor mata por que namorada nao quis reatar namoro


Aplicativo ajudou polícia a esclarecer morte de universitária em GO


Foto da universitária Bianca Pazinatto, 18, morta em GO; polícia apreendeu duas adolescentes suspeitas do crime


Mensagens trocadas por meio do aplicativo para smartphones WhatsApp foram uma das principais fontes de informação para a Polícia Civil de Goiás esclarecer, em menos de 12 horas, o assassinato da universitária Bianca Mantelli Pazinatto, 18.
O corpo de Bianca foi encontrado na noite de segunda-feira (29) enrolado em sacos plásticos, embaixo de uma cama, na casa de uma adolescente de 17 anos em Jataí (321km de Goiânia), onde a vítima morava.
Na manhã do mesmo dia, Bianca havia trocado mensagens pelo WhatsApp com uma amiga, de 17 anos. Elas haviam marcado um encontro. Ao sair de casa, Bianca deixou o celular.
À tarde, quando os parentes procuraram a polícia para dizer que Bianca estava desaparecida, os investigadores localizaram o telefone e leram suas conversas no WhatsApp.
Uma carta de amor escrita pela jovem de 17 anos para Bianca também foi localizada no quarto da universitária -- que estudava biomedicina na UFG (Universidade Federal de Goiás).
Quase que nesse mesmo momento da investigação, a notícia de que Bianca estava sumida já havia sido espalhada em Jataí, que tem cerca de 100 mil habitantes.
Uma ligação anônima para a polícia dizia que uma outra jovem, de 16 anos, amiga da de 17 --com quem Bianca falou pelo WhatsApp--, havia sido vista com a calça suja de sangue.
Enquanto a polícia tentava localizar a jovem de 17 anos, a de 16 foi apreendida e levada para a delegacia. Lá, os investigadores disseram que iam aplicar o reagente químico luminol para constatar se aquela mancha era de sangue humano ou não.
Antes do teste, a garota de 16 anos começou a chorar e confessou que ela e amiga haviam matado Bianca. Ao chegar na casa da adolescente de 17 anos, a polícia encontrou o corpo de Bianca embaixo da cama da jovem.
O quarto havia sido totalmente lavado, mas a polícia ainda encontrou indícios: uma faca suja de sangue, fitas adesivas, sacos plásticos e um bilhete com uma espécie de roteiro do crime.
MOTIVAÇÃO
À Polícia Civil de Goiás, a jovem de 17 anos disse que matou Bianca porque elas mantiveram um namoro durante quatro meses e romperam. Como a universitária não quis reatar, ela a matou.
Os parentes de Bianca contestaram esse relacionamento e disseram informalmente à polícia que a vítima evitava ao máximo o contato com a jovem de 17 anos.
Na quarta-feira (31), um rapaz amigo de Bianca e da jovem de 17 anos disse à polícia que a suspeita pelo crime começou a espalhar nos rodas de jovens de Jataí que estava namorando com Bianca.
"É claro que existe a chance de que essa jovem de 17 anos tenha cometido o crime porque nunca teve nada com a Bianca e isso gerou sua ira", disse o delegado André Fernandes de Almeida.

Bianca enterrada hoje dia 30/07/2013

A MORTE DE BIANCA MANTELLI PAZINATTO. ATRAÇÃO FATAL. CRIME BRUTAL CHOCA JATAÍ, GOIÁS. DUAS ADOLESCENTES ACUSADAS DE MATAR A FACADAS A UNIVERSITÁRIA BIANCA.


 Tudo indica crime passional, ao estilo Nelson Rodrigues: ”se não podes ser minha, não serás de mais ninguém”. Assim Bianca foi condenada à morte por duas perversas que logo estarão em liberdade e com a ficha limpa, branca como a neve. (...)


Bianca foi encontrada morta a facadas, enrolada em sacos plásticos, debaixo da cama de um quarto da casa de L.L.M., à rua Antônio Soares, no setor Granjeiro de Jataí, Goiás. 

Bianca foi enterrada hoje, sua família está despedaçada. A dor sem fim a consome. O que revolta as pessoas é a possibilidade de que, dentro em pouco tempo, as duas acusadas pelo assassinato, L.L.M (17 anos) e M.M (16 anos) possam estar de volta a Jataí circulando livremente, talvez para encontrar outra Bianca e provocar ainda mais sofrimento.




Veja reportagem completa no site:
http://laudaamassada.blogspot.com.br/2013/07/a-morte-de-bianca-mantelli-pazinatto.html

Adolescente que mataram ex namorada vão ser Tranferidas


Adolescentes que confessaram ter matado jovem serão transferidas para unidade de menores infratores sábado (3)

Bianca Mantelli Pazinatto, assassinada a facadas por duas adolescentes no interior de Goiás

As duas adolescentes que confessaram ter matado a estudante Bianca Martinelle Pazinatto, 18, em Jataí (327 km de Goiânia), devem ser transferidas para um Case (Centro de Atendimento Socioeducativo), no sábado (3), quando deixam a Depai (Delegacia de Apuração de Atos Infracionais).
L., 17, e M., 16, foram trazidas para Goiânia, na terça-feira (30), quando amigos e familiares da vítima ameaçaram linchá-las.
As duas adolescentes devem ser levadas para o Case, no Conjunto Vera Cruz 1, onde vão cumprir apreensão preventiva. A duração da pena é de 45 dias, prazo que pode ser renovado por período similiar pela Justiça. A pena máxima para menores de idade que cometem crimes é de três anos.
O inquérito policial está em andamento sob a responsabilidade do delegado regional de Jataí, André Fernandes de Almeida. Segundo ele, a participação de uma terceira pessoa no assassinato foi descartada pelas investigações.
As motivações do crime ainda estão sob investigação. Uma carta amorosa escrita por L., 17, foi encontrada no quarto de Bianca, no dia do assassinato.
Um possível relacionamento amoroso entre as duas é negado por familiares da vítima, que afirmaram ao delegado que Bianca evitava se encontrar com L. No dia do crime, as duas trocarem mensagens pelo celular.
Carta escrita por jovem suspeita de matar a estudante Bianca
Em entrevista à "TV Anhanguera",  retransmissora da "Rede Globo", em Goiás, L. disse que o crime foi cometido para que Bianca não ficasse com ninguém. "Se ela não ficar comigo, não vai ficar com mais ninguém", disse a adolescente.
O delegado ainda não sabe se o assassinato, que foi premeditado, ocorreu pelo inconformismo de L. com o fim do relacionamento ou se tratava de uma obsessão por Bianca.

O crime

O assassinato de Bianca ocorreu por volta das 9h40 de segunda-feira (29) na casa de L., em Jataí. A vítima foi atraída até o local, onde levou facadas no pescoço.
O corpo da estudante  foi encontrado na noite do mesmo dia embaixo da cama da adolescente L.. Segundo informações da Polícia Civil, Bianca estava com os braços e os pés amarrados e coberto por sacos plásticos.
As duas adolescentes confessaram o crime, que foi planejado. Uma carta encontrada no quarto de L. descrevia com detalhes todas as ações, que terminariam com o ateamento de fogo no corpo de Bianca, no Conjunto Estrela Dalva, um bairro da cidade.

Sumiço

No dia do crime, Bianca saiu de casa por volta das 9h e desde então estava desaparecida. O pai da vítima comunicou seu sumiço no 1° Distrito Policial de Jataí depois que tentou ligar para o celular da filha sem sucesso.
Após buscas pela cidade, a família localizou uma carta que a adolescente L., de 17 anos, havia escrito para Bianca. No texto, havia declarações de amor e ameaças. A polícia então foi até a casa de L., que, ao lado da mãe, negou que Bianca estivesse no local.
Ela disse que a jovem havia mandado uma mensagem por celular dizendo que iria visitá-la, mas ainda não tinha aparecido
L. contou que as duas eram amigas e tinham se aproximado pelo Facebook, mas confessou que teve um relacionamento amoroso com a vítima assim que um dos policiais mostrou a carta encontrada no quarto de Bianca.
Segundo L., as duas estavam separadas, pois Bianca a teria traído com outra mulher. Após a conversa, os policiais resolveram seguir L., que foi conversar com uma amiga num shopping da cidade.
extraído do site:

Diferença entre Secreção normal e Corrimento


SECREÇÃO NORMAL X CORRIMENTO



Se você passar o dia inteiro com a mesma calcinha, vai ver nela uma manchinha como se fosse uma clara de ovo que, quando seca, fica num tom amarelo-ouro. Tudo ok. Toda mulher tem uma secreção produzida pelas células da vagina e pelo colo do útero para proteger a região. Mas fique de olho: se essa secreção mudar de cor ou tiver um cheiro forte, passa a se chamar corrimento, um sintoma de infecções ou até DSTs!

...candidíase: O corrimento que alerta sobre essa infecção, provocada por fungos, não tem cheiro e parece leite coalhado. Às vezes, é esverdeado. Causa coceira e ardor. E na hora de transar, pode doer.
...gardnerella: Esse corrimento é resultado de uma inflamação na vagina causada pela bactéria de mesmo nome. Ele não é intenso, mas tem um odor muito forte (de peixe podre), que pode piorar depois do sexo, caso você tenha contato com o esperma.
...clamídia: Essa é uma doença sexualmente transmissível grave, que atinge os órgãos genitais e a uretra. O corrimento é branco e cheio de microbolhas. No sexo, durante a penetração, a sensação é de ardor.
Como é tratado?
 Com antibióticos receitados pelo ginecologista costumam resolver o problema. Pomadas vaginais ajudam nos casos de candidíase e gardnerella. E, dependendo do caso, seu parceiro terá que tomar a medicação.

Site de pesquisa:

Casal de Lésbicas Trangêneros tornou-se marido e mulher

Casal de lésbicas transgêneros tornou-se marido e mulher, e também esposa e esposa, no mesmo dia 



O  casal já se tornou oficialmente “marido e mulher” em uma cerimônia civil em North Wales, alguns dias depois, fizeram a cerimônia religiosa no templo da  Comunidade Metropolitana em Manchester.

Jenny Anne Bishop, 65 anos, cujo nome de batismo era Paul (pai de três filhos), e  Elen Heart , 68, que já foi Alan (pai de dois), vivem como um casal gay desde 2004 na cidade de Clwyd, no País de Gales.

Ambos são divorciados e criaram cinco filhos em seus casamentos. Adultos entre eles viveram juntos, por seis anos como lésbicas transgêneros.   Mas o casal decidiu não fazer a cirurgia de mudança de sexo devido aos riscos associados à sua idade.
Ano passado isso mudou. Jenny Anne  decidiu fazer a operação para mudar de sexo, além de plásticas para aumentar os seios e neste ano optou por um procedimento que garantia sua feminização facial.
O casal já se tornou oficialmente “marido e mulher” em uma cerimônia civil em North Wales. Alguns dias depois, fizeram a cerimônia religiosa no templo da Comunidade Metropolitana em Manchester, Inglaterra, onde o amigo transgênero “Gabrielle” foi sua dama de honra.




Elen, um designer gráfico aposentado que toma hormônios à base de plantas para tornar sua aparência mais feminina, no papel era o noivo. Mesmo assim, optou por usar um vestido de seda vermelho brilhante e salto alto.

Jenny Anne um gerente de vendas aposentado, posou como noiva em um vestido creme, com direito à tiara de princesa. Eles foram oficialmente anunciados como marido e mulher diante de quatro amigos, que compareceram como testemunhas.


jJenny Anne (direita) foi casado durante 31 anos e se divorciou em 2000. Elen é divorciada duas vezes.


Jenny-Anne disse: “Foi um fim de semana lindo. Recebemos muito apoio e amor de nossos amigos. No cartório tivemos de ouvir marido e mulher, por isso insistimos para celebrar nossa feminilidade na igreja, onde fomos chamados de ‘esposa e esposa’”.

O casal tem sido um dos símbolos da luta para a aceitação de transgêneros, que não podem ser legalmente casados a menos que um deles troque de sexo.

Jerry-Anne, que já tem uma neta, acrescentou: “A lei nos vê agora como um casal heterossexual que podem se casar, mas somos apenas duas pessoas que se amam e queriam declarar publicamente seu relacionamento. Foi bom encontrar uma igreja que nos aceita e receber a benção de Deus”.
Extraído na integra do site:
Mas Info: http://gospel.znoticias.com/casal-de-lesbicas-transgeneros-tornou-se-marido-e-mulher-e-tambem-esposa-e-esposa-no-mesmo-dia#ixzz2Yez4qFab

Mas Info: http://gospel.znoticias.com/casal-d
e-lesbicas-transgeneros-tornou-se-marido-e-mulher-e-tambem-esposa-e-esposa-no-mesmo-dia#ixzz2Yeyqk0vX

domingo, 21 de julho de 2013

Café com creme de laranja




INGREDIENTES


  • ⅔ xícara (chá) de creme de leite fresco
  • ½ colher (chá) de raspas de casca de laranja
  • 1 colher (sopa) de açúcar
  • 1 xícara (chá) de café preparado quente
  • 1 colher (chá) de raspas de chocolate meio amargo

MODO DE FAZER

  1. Na batedeira, bata o creme de leite com as raspas de laranja e o açúcar até engrossar ligeiramente
  2. Coloque metade do creme nas taças
  3. Bata o restante do creme até obter picos firmes, reserve
  4. Acrescente às taças, o café preparado e o chocolate
  5. Finalize com o restante do creme batido em picos firmes, e decore com chocolate em pó
EXTRAÍDO DO SITE:

sábado, 20 de julho de 2013

Lésbica e sua origem

 Safo da ilha de Lesbo (Grecia), aqui interpretado em um quadro de John William Godward ( 1904), deu origem ao termo lésbica com a conotação de amor entre mulheres.


"A palavra lésbica vem do  latim lesbius e originalmente referia-se somente aos habitantes da  ilha de Lesbos na Grécia. A ilha foi um importante centro cultural onde viveu a poetisa Safo, entre os  séculos VI e VII a.C., muito admirada por seus  poemas sobre amor e beleza, em sua maioria dirigidos às mulheres. Por esta razão, o relacionamento sexual entre mulheres passou a ser conhecido como lesbianismo ou safismo.
Platão se referiu a Safo como "a décima musa".
Até o século XIX a palavra lésbica não tinha o significado que hoje lhe é dado, o termo mais utilizado até então era "tríbade".
Muitos termos foram usados para descrever o amor entre mulheres nos últimos dois séculos, entre os quais:amor lesbicus, urningismo, safismo, tribadismo e outros. "

Historia
A ilha de Lesbos, situada no mar Egeu, junto à Turquia asiática, foi colonizada pelos Eólios, um dos quatro grandes grupos das tribos gregas que, segundo a tradição, descendiam de Eólio, filho de Heleno e neto de Deucalião. O primeiro rei eólio da ilha foi Lesbo, filho de Lápita (rei da Tessália) e neto de Eólio. Lesbo, por ordem de um oráculo, exilou-se na ilha de Lesbos, onde casou com Metimna, filha de Macareu, o rei local. A partir de então, a ilha foi chamada Lesbos em sua honra. Os Eólios de Lesbos eram tão poderosos que durante muito tempo controlaram as outras regiões da Eólia, na Ásia Menor. As cinco cidades Mitilene, Mitima, Eresso, Antissa e Pirra, fundadas na ilha de Lesbos, tiveram uma grande importância na história da cultura grega dos séculos VII e VI a. C. A ilha de Lesbos foi o berço de várias personalidades importantes para a cultura helénica, tais como os poetas e cantores Arion e Terpandro, o filósofo Teofrasto e os poetas Alceu e Safo, cujas obras estão ligadas aos primórdios do lirismo grego e que tiveram uma grande influência nas gerações de autores que se seguiram. A ilha de Lesbos está também ligada a períodos da vida de Aristóteles e Epicuro. 

Safo (século VII a.C.), a maior poetisa da literatura grega, escreveu poemas pessoais e apaixonados em diversos tipos de metro, dirigidos em geral à filha ou às suas companheiras de forma terna e amorosa. A sua poesia, de conteúdo erótico, foi censurada pelos copistas medievais, ligados na sua maioria à Igreja Católica. No entanto, durante toda a Antiguidade, Safo foi respeitada, apreciada e imitada. O conteúdo da sua escrita foi interpretado como uma forma de protesto da mulher pelo domínio masculino que chegou ao extremo da recusa do amor heterossexual e que levou à criação da lenda de que existiam relações homossexuais em Lesbos. Essa fama atravessou os séculos e cristalizou-se na palavra lésbica que provém do nome da ilha.



http://www.infopedia.pt;ilha dxe lesbos





O Amor
                                  autor: Safo
O amor, esse ser invencível, doce e sublime
que desata os membros, de novo me socorre.
Ele agita meu espírito como a avalanche
sacode monte abaixo as encostas. Lutar
contra o amor é impossível, pois como uma
criança faz ao ver sua mãe, vôo para ele.
Minha alma está dividida: algo a detém aqui,
mas algo diz a ela para no amor viver...




Existe outro termo que podemos usar sem ser "Lésbica"?



Me sinto mal quando me chamam de "Lésbica", acho ofensivo. Minhas amigas, dizem que é normal, mas eu não acho e me sinto meio que agredida. Mas, eu gosto de mulher, não tem outro termo para ser usado?

Legal esse seu questionamento. Sinto que você se ofende mesmo com tal termo usado, não me considero apta para responder tal questionamento, por que creio que deve ter um fundo psicológico no fato de você se sentir "agredida". Tiro isso por mim, me colocando como exemplo somente para que você entenda e quem sabe tire a sua resposta.
Eu não gosto de ser chamada de lésbica, por que no conceito da palavra, lésbica é mulher que gosta de mulher e eu nem sou tão mulher assim, na minha visão e na da sociedade. rsrsrs E ainda digo mais, nao gosto dessa palavra, por que me soa como algo gosmento, tipo " lesma", sei la. rsrsrs Prometo que vou pensar sobre o assunto e quem sabe encostar meu analista na parede para que ele descubra o motivo do " algo gosmento". Mas, neste momento vou me ater a tentativa "forçada" de responder sua pergunta, baseada na minha vida.
Tenho amigas que me chamam de "sapatão", "machorra", e etc, mas não me sinto ofendida com estes termos, até considerado por muitas como pejorativo, mas eu prefiro dizer que sou "Gay", por que ser gay pode ser usado por homens e mulheres, enfim. Quando alguém me pergunta se sou "Lésbica", respondo sorrindo, sou "Gay" sim e feliz. rsrsrs
Estou com minha namorada, ao meu lado, e ela fez o seguinte comentário: "Eu, também, não costo de ser chamada de lésbica, prefiro ser chamada de "entendida". rsrs e ela entende mesmo do negocio. rsrs
Um amigo, cissexual, me disse outro dia que prefere dizer que é " do babado". Eu, particulamente, não gosto de "ser de babado algum", coisa de viadinho, ne? rsrs
Bem, além das aceitáveis, como "sou homossexual"e/ou tenho um relacionamento homo afetivo".
Vou te dizer uma coisa, se você se sente agredida com essas " classiicações", então, cara, não diga nada, sorria e mande a pessoa que perguntou.......... ser feliz.(peguei vocês, mente suja!"

Espero que tenha te ajudado, me escreva contando o que achou do termo que uso, ok?

abraços

Ativa Romantica

Conto Erotico XXI

Da sala de papo para minha cama




Conheci Mariana na internet, em uma sala de papo para lésbicas. Mariana é uma bela mulata, olhos brilhantes, boca carnuda e uma bela bundinha que, putz, dificil de tirar o olho dela. (risos). Conversamos no chat da sala de papos , trocamos msn e celular.  Em poucos dias nos conhecemos pessoalmente e tivemos nossa primeira relação sexual. 
Mariana me excitou de cara, um lindo rosto e um belo corpo me fazem tremer e com ela não foi diferente. Nos beijamos e minhas mãos foram descendo do rosto e pararam em seus pequenos seios, durinhos e lindos.  Minha respiração ficou forte e a dela também. Mariana é uma lady e eu me considero um carinha, apesar do corpo fisico de mulher. Mariana me disse que nunca esteve com homem e que só teve uma relação com uma, unica, mulher e descreveu a pessoa como "bofinho". Mariana era uma gracinha e me deixava excitada a cada palavra que dizia. Eu a acarinhava e ela contava seus desejos e fantasias,com certa dificuldade, pois estava excitada e ofegante. Mas, gostamos do que estavamos sentindo e demos continuidade. Mariana, não parava de contar suas fantasias picantes e eu não parava de acarinhar seus seios e seu corpo, até que cheguei em sua virilha quentinha. Mariana deu um suspiro e respirou fundo, quando toquei seu clitoris de leve. Nossa respiração estava bem acelerada, coração disparando e senti que Mariana tentou se esquivar. Acho que teve medo do que sentia, sei la. Foi quando a penetrei e ela gritou de prazer e se entregou ao prazer que eu a proporcionava. Estavamos em minha casa e moro sozinha, sem risco de sermos pertubadas e com espaço,tempo e liberdade, para fazermos do nosso encontro um marco da nossa historia. Mariana expressava seu tesão com certa furia e quando começou a gozar, não se conteve e soltou gritos maravilhosos de prazer, que me enloqueceram. Ficamos alguns bons minutos sentindo um prazer apos o outro até que nos demos por realizadas e caimos uma para cada lado, sem condiçoes de absolutamente nada.  Confesso que foi uma experiência incrível e dificil ser vivida com esta intensidade toda. Nos encontramos mais três ou quatro vezes, até que Mariana confessou que ainda mantinha o relacionamento anterior, com o tal " bofinho" Não aceitei, claro, e terminei, mas nunca esqueci aquela mulata linda e gostaria de encontra-la novamente, caso esteja sozinha.

AtivaRomantica

Professora foge com adolescente SP

Professora é detida no ES ao tentar fugir com adolescente para SP

As duas jovens ja estavam dentro do onibus quando foram abordadas. Defesa de professora diz que elas estão juntas a 1 ano e 4 meses. 



 Uma professora, de 21 anos, foi detida na rodoviária de Vila Velha , na Grande Vitória, na noite deste domingo (30), ao tentar fugir com uma adolescente, de 17 anos. Segundo a polícia, a mulher foi flagrada com a jovem já dentro de um ônibus com destino a São Paulo. A professora foi levada ao Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) do município. Ela foi liberada e vai responder pelo crime. De acordo como o delegado, ela induziu uma menor de 18 anos a fugir e pode pegar de um mês a um ano de detenção, se for condenada. A adolescente foi levada para casa com os pais.
Segundo a defesa da professora Stefani Correia, na última sexta-feira, as duas foram a um shopping e a adolescente decidiu não voltar para casa. Para os policiais, a jovem contou que mantinha um relacionamento com a professora de libras da rede pública da Serra, há pouco mais de um ano.
Os pais da jovem disseram que não aceitam o comportamento. "Eu só queria que ela sumisse da vida da minha família e da minha filha. A Stefani destruiu a vida da família dela e da nossa. Ela pagava as contas e dava presentes para a minha filha. Eu não aceito”, desabafou o pai, Fábio Gomes, que é cabo da Polícia Militar.  
Segundo a família, a adolescente estava desaparecida desde a última sexta-feira (28) quando foi vista pela última vez com a professora. A mulher foi flagrada com a menor na rodoviária de Araçás na noite deste domingo (30), depois que a Polícia Militar descobriu que ela tinha comprado passagens para viajar.
A mãe da adolescente contou que já ouviu outros casos em que a professora agiu da mesma forma. "Essa mulher perdeu a razão e vai pagar pelo erro. Ela induziu a minha filha, mesmo a minha filha dizendo que foi por conta própria. Ela já teve outros casos em outros lugares. Ela é astuta", relatou a mãe da adolescente, Suziane Rangel.
Defesa
De acordo com a advogada de Stefani, Gisele Daud Soeiro, a adolescente e a professora já estavam juntas há um ano e quatro meses. “Elas já se relacionavam há muito tempo e os pais sabiam, mas não concordavam. Elas dormiram na casa de uma amiga e viram a repercussão na mídia. Não houve sequestro como foi cogitado pelos pais”, contou a advogada.

Extraído do site:

Minhas mães e meu pai (filme completo) les


MINHAS MÃES E MEU PAI



FICHA TÉCNICA

Origal: The Kids Are All Right
Dirigido por: 
Original: 

Elenco

Dois irmãos adolescentes, Joni (Mia Wasikowaska) e Laser (Josh Hutcherson), são filhos do casal Jules (Julianne Moore) e Nic (Annette Bening), concebidos através da inseminação artificial de um doador anônimo. Contudo, ao completar a maioridade, Joni encoraja o irmão a embarcar numa aventura para encontrar o pai biológico sem que as mães saibam. Quando Paul (Mark Ruffalo) aparece tudo muda, já que logo ela passa a fazer parte do cotidiano da família.


segunda-feira, 8 de julho de 2013

Pq sofro preconceito dentro do mundo gay?



Pode me explicar, por que sofro tanto preconceito só por que me visto tipo masculina?


Explicar  isso?
Essa coisa do preconceito é triste, viu! Costumo dizer que eu, sofro isso, não no mundo hetero, por que esses me aceitam e respeitam, não os incomodo. Agora , no mundo homo, nossa, sofro muito com as mal resolvidas. rsrs

A roupa que veste e o jeito com que se sente melhor, é problema seu e ninguem tem nada a ver com isso. Ara. Fico p...com isso! Isso não identifica ninguem , são apenas gostos e para ne? Chega de preconceito! Conheço pessoas que usam cuecas e são femininas e passivas sexualmente. Conheço homens que vestem camisa rosa e nem por isso deixam de ser homens . Então, isso não qualifica e nem identifica sexualidade.  Mas, parece que as pessoas sentem necessidade de fazer o outro sofrer e caraca, o preconceito é uma dessas formas, usadas para fazer o outro sofrer. Bando de sadicos, babacas! Já sofremos tanto que putz, isso tem que parar. Educação é a unica forma de fazer isso parar e infelizmente no Brasil, poucos tem educação, enfim.... Preconceito é ignorancia. Preconceito é conceito sem sabedoria. Preconceito é conceito sem conhecimento. Enfim....
 Outro dia, fui visitar uma amiga da minha "ficante" e caraca. Eram um casal de lésbicas. Me olharam de cima a baixo e eu já sabia que vinha preconceito em cima. Não deu outra, ficaram a noite toda questionando minha sexualidade. Isso me irrita um pouco, por que se for por curiosidade quanto as diversidades sexuais, até acho legal, perguntar antes de evidenciar o preconceito, Como já disse: Pré conceito é conceito sem conhecimento.
 Enfim, elas  de forma educada estava me atacando, só faltaram me perguntar se eu achava que era homem. kkkkkkkkkk Não acho que sou homem, não sou louca. Nem gostaria de ser um, sou uma cissexual ( leia orientação sexual) e não uma andrógena. Sou fisicamente mulher e com alma masculina. Quer entender isso? Nem eu entendo, mas respeite! Ainda não existe um livreto que diga por doutos sexuais, o que é certo ou errado, o que é verdadeiro ou fantasioso, ou que é louco ou não.  Na verdade, pouco encontramos na nossa literatura, sobre as diversidades sexuais, que valha a pena ser lido. Alias, este blog foi criado, exatamente, para que troquemos informações e experiências e consigamos entender melhor o que se passa dentro de nós. Por que, estudo cientifico? Ah, isso não tem, ainda, ne?
 Ara, percebe?  Preconceito é triste, viu! Dentro do mundo gay, é o fim e dentro de nós mesmo, é problematico, mesmo. Necessário procurar ajuda, ne?

beijos

Ativa Romantica

Contos Erótico X



Sou morena clara, baixinha e de seios fartos, sou lésbica. Eu, estava voltando do meu trampo e peguei o onibus, como fazia todos os dias. Sentei no ultimo banco, pois percebi que tinha uma garota, loirinha, seios médios e com biquinho aparecendo por cima da blusa transparente. Que tesão. Não teve como não, eu olhei mesmo e para minha surpresa a mina me deu um sorriso e ai não teve como, o tesão foi imediato. Ela veio e sentou ao meu lado e eu sem vergonha mesmo que eu sou, iniciei um papo bobo e fui logo colocando a mão nas pernas dela. Ela não tirou e continuou me olhando e sorrindo. Então, fui alisando as pernas dela. Ela estava de saia, o que achei otimo e claro cheguei na xaninha dela que estava molhadinha. Ai subi e toquei os seios dela, ela estremeceu e eu mamei aqueles seios lindos, ali mesmo.  Ninguem percebeu nada, pois estavamos no final do onibus.  Desci a mão novamente para sua xaninha e iniciei um carinho no seu clitores e na xaninha. Não aguentei olhar e sentir aquela xaninha molhada que me chamava. Meti a mão e enfiei dois dedos e ela soltou um gemido e depois outro e outro e se virou abrindo as pernas pra mim. Não tive duvida, cai de boca, ali mesmo. Uma delicia. Ela gozou na minha boca e eu amei isso, claro. Todos os dias fico no ponto esperando por ela, mas não mais a encontrei. Uma pena!

enviado por Bia da Pracinha

Violencia contra gay crescem em 46%


Casos de violência contra homossexuais crescem 46% em 2012; denúncias sobem 166%


 Segundo Relatório sobre Violência Homofóbica no Brasil com dados referentes a 2012, divulgado nesta quinta-feira (27) pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH), os casos de violações (que inclui violência física, psicológica e discriminação) contra homossexuais no Brasil cresceram 46,6% no ano passado. -



O relatório também mostrou um aumento considerável no número de denúncias: 166%. De 1.159 denúncias no Disque 100 (da Secretaria de Direitos Humanos) e Disque 180 (da Secretaria de Política para as Mulheres) em 2011, o valor saltou para 3.084.
O perfil dos denunciantes também mudou de 2011 para 2012. No ano retrasado, a maioria das denúncias foi feita pela pessoa agredida. No ano passado, quem mais denunciou foram pessoas desconhecidas das vítimas e agressores.(...)Também foram divulgados casos coletados na mídia pelo relatório. No ano passado, foram noticiados 511 casos de violação contra homossexuais. Casos de homicídio foram 310 (o que resultou em um aumento de 11,51% em relação a 2011). A região Nordeste foi a que mais teve casos noticiados na mídia (0,31 por 100 mil pessoas). Em relação aos Estados, Paraíba e Alagoas foram os que mais tiveram agressões por habitantes.(...)Para Eleonora Menicucci, ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, os números mostram que houve um aumento de confiança nos sistemas de denúncia. "O relatório mostra que a população LGBT sente mais apoio para denunciar", disse. Menicucci ressaltou a importância das denúncias: "Precisamos reafirmar que nenhum criminoso é punido se não houver denúncia", falou.
Extraído do site:

http://vejanova.blogspot.com.br/2013/06/casos-de-violencia-contra-homossexuais.html

http://www.dihitt.com/n/gls/2013/06/27/casos-de-violencia-contra-homossexuais-crescem-46-em-2012-denuncias-sobem-166-